Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rui Ferreira Autor

"A imaginação é o solo fértil onde as sementes do impossível brotam." RF

Rui Ferreira Autor

"A imaginação é o solo fértil onde as sementes do impossível brotam." RF

Homenagem ao meu avô Leopoldino

 

214747478_4737238236305643_9176480628171065023_n.j

 

O meu avô Leopoldino, fogueteiro de profissão, sobre quem escrevi no livro "A vida numa cicatriz", é também personagem neste pequeno texto do mestre Miguel Torga.

Não me foi permitida a felicidade de conhecer o meu avô. Partiu sem que o tivesse conhecido. Dele guardo apenas os testemunhos de pessoas que com ele se cruzaram e que me transmitiram as suas opiniões acerca dele e de episódios que terá protagonizado.

Era um homem bom, estou seguro disso. De palavra honrada. Orgulhoso do perigoso ofício que o marcou para toda a vida e que lhe roubou os dois filhos (Alberto e António).

Como disse Miguel Torga "É uma cicatriz horrível da cabeça aos pés, mas uma cicatriz honrada, que enobrece a quem dói."

Tanto orgulho neste meu avô que nunca conheci. 🖤

Sentir o livro pela primeira vez

120266370_3899334530096022_1491788773527304421_n.j

A chegada do primeiro exemplar de algo que criamos é sempre um momento especial, único.  Algo que se perpetuará na memória e que levaremos connosco, seja lá para onde quer que a vida e além dela nos leve. A indiscritível sensação de ver materializado um sonho, só é suplantada por uns escassos momentos da vida, como a do nascimento de um filho.

E os livros também são nossos filhos, porque nascem do nosso pensamento, da nossa vontade, do nosso desejo.

O livro

                    capa - v222.jpg

Sinopse

Uma fatídica explosão numa oficina de pirotecnia coloca um trágico ponto final na relação com dois grandes amigos de Fernando. A tragédia marca-o de uma forma profunda e irreversível e uma nova e inesperada amizade nasce desta tragédia com José, ferido na explosão.

A mobilização para o Ultramar parece traçar-lhe o destino, mas a sorte anda de braço dado com Fernando, que é capturado numa viagem de Tite para Bissau, mas consegue escapar ao cativeiro, graças a uma operação liderada pelo Cabo Barreto.

Já em Bissau cruza-se com Alexandre, alferes e filho de um abastado portuense, com o qual cria uma amizade improvável, mas que se virá a revelar decisiva para o seu futuro e precisamente em Bissau encontrará o amor da sua vida: Maguette, uma negra natural do Senegal e empregada de mesa num café. Dividido entre o amor e o racismo, Fernando acaba por se confrontar com um dilema.

O anúncio público de "A vida numa cicatriz"

Neste dia, anunciava a obra no Facebook, que assim saía do anonimato diretamente para nomeação nas categorias de Escolha do Leitor 2020 e Romance 2020.

117092273_3247143762016030_1950516654213412181_o.j

 

"A VIDA NUMA CICATRIZ
É com grande satisfação que vos apresento o meu novo projeto.
Na expectativa de que gostem e que vos proporcione um agradável momento de leitura. Grato pela oportunidade.
Brevemente perto de si."