Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rui Ferreira Autor

"A imaginação é o solo fértil onde as sementes do impossível brotam." RF

Rui Ferreira Autor

"A imaginação é o solo fértil onde as sementes do impossível brotam." RF

Pilares da sociedade

OIG1.UEB_v6vLNt3MmS.jpg

Este poema é uma homenagem aos mais velhos, reconhecendo-os como fundamentais para a estrutura e o bem-estar tanto da sociedade quanto da família. Eles são a ponte entre o passado e o futuro, oferecendo-nos um legado de amor, resiliência e união.

 

Em cada ruga, uma história,

Em cada olhar, uma memória,

São os anciãos, guardiões do tempo,

Que nos ensinam com o vento,

A balançar entre as folhas do passado,

E a plantar para o futuro, lado a lado.

 

Como árvores robustas em bosques antigos,

Erguem-se, imponentes e amigos,

As suas raízes aprofundam-se na terra da tradição,

As suas folhas segredam canções de união,

E nos seus galhos, os frutos do amor,

Nutrem a família, com calor.

 

Eles são o porto seguro nas tempestades,

O farol que guia através das idades,

Com mãos calejadas e coração aberto,

Mostram-nos que o verdadeiro valor está perto,

Na simplicidade de um gesto, na pureza de um conselho,

Na partilha de um momento, no calor de um velho.

 

Que possamos sempre enaltecer,

Esses pilares que nos fazem crescer,

Honrar a sua presença, a sua essência, a sua voz,

Pois em cada um deles, há um pouco de nós.